Eduardo Coutinho

Actor and Director

Iniciou seus estudos em mímica em 1978. No Brasil, estudou com os mimos Sotero, Denise Stoklos e Patricio Ossa (Pato). Em 1984 esteve em Paris, França, onde estudou no Studio Magenia, com Ella Jaroszewicz, e no Théâtre du Mouviment, com Nelly Costecalde. Estudou também com Denise Namura, Catherine Vaniscotte, David Glass e Peta Lily. De 1978 a 1982, dedicou-se também ao estudo da dança. Aprimorou-se em consciência corporal com Klauss Vianna, Eutonia, método Laban, método Mathias Alexander e AIKIDO.

É Mestre em Artes - Teatro (1993), pelo Programa de Artes Cênicas da ECA-USP, com a dissertação "O Mimo e a Mímica: uma contribuição para a formação do ator brasileiro". No Doutorado (2000) "Uma Cena Precisa: procedimentos para uma cena quase pronta" fez uma pesquisa prática sobre a precisão da expressão dos gestos e ações do ator, ambos orientado pelo Professor Emérito Prof. Dr. Clóvis Garcia. Fez pós-doutorado na ESTC – Escola superior de Teatro e Cinema, do IPL, com a supervisão da Profa. Dra. Eugénia Vasques (2017/2018).

Produtor, diretor e ator de espetáculos como: o solo "Um Mimomento", o infantil "Fala Ou Não Fala?" e o adulto "Caminhos do Coração". Diretor Teatral desde 1990, com peças como "Esperando Godot", "Cartas ao Futuro" e "Em Tempos de Paz", que foi premiado pela dramaturgia corporal no Festival de Mar Del Plata, Argentina. Diretor Corporal desde 1986, trabalhou com diretores como Carlos Alberto Soffredini, Gabriel Villela e Denise Stoklos, e atores como Rosi Campos e Carolina Ferraz.

Atua no Teatro de Reprise, sendo um dos fundadores desta técnica no Brasil (1993). Atualmente faz parte do Grupo Improvise.