O MEU CORAÇÃO NÃO É PARA COBARDES

af_cartaz_meu_coracao_completo_segunda_temporada_pequeno

Meu Coração Não É Para Cobardes é um projeto cultural da atriz e encenadora Rita Frazão com foco no conceito de Empowerment, isto é, na construção de um lugar de onde se ensina a construir.

Este é um projeto cultural de cariz solidário que se inicia com 12 jovens residentes na Fundação O Século com idades entre os 10 e os 17 anos num processo de transformação pela arte. Estas jovens têm relações familiares problemáticas ou inexistentes, vivem numa casa de acolhimento que tem como objetivo dar-lhe ferramentas para a autonomia.

 
 

Este projeto cultural tem como foco o conceito de Empowerment, isto é um lugar onde se constrói, onde se ensina a construir.

Trata-se de um projeto especial com pessoas especiais que irão contar histórias de amor mal resolvidas. Abordam-se igualmente temas como o abandono, a violência, os abusos mas sobretudo a coragem, a determinação e a força de viver. As jovens trabalharam na sua transformação através da arte, no empowerment feminino e na resolução de algumas histórias familiares por meio das ferramentas que o teatro oferece.

As histórias de amor, começam com a nossa primeira relação, a relação materna e/ou paterna. Por isso, a encenadora quis usar o palco como espaço de catarse artística e ferramenta de empoderamento para as jovens e público.

Foto: José Pinto Ribeiro
 

O objetivo destas apresentações (com ensaios durante 6 meses), foi o de empoderamento pela arte do Teatro. A transformação pelo teatro é uma ferramenta incrível na formação humana e no desenvolvimento pessoal, especialmente para estas jovens que estão numa fase de vida crucial para poderem, com a devida orientação, transformar as suas vidas de forma positiva e viver o presente potenciando um futuro de esperança. A arte catalisa as emoções, comunica e purga a alma. Assim o teatro tem um poder transformador, que não só transforma o artista, como o público e qualquer interveniente no processo de criação.

 
 

O espetáculo estreou a 29 de Junho 2018 no auditório da Fundação o século.

E contou com a presença de figuras públicas , empresa , muitos amigos e parceiros que fizeram deste projeto uma aliança local muito especial baseada em práticas colaborativas como modelo artístico, educativo e social. Para mais informações sobre estes parceiros podem visitar as nossas notícias.